Séries e filmes para assistir nos próximos feriados.


Oi todo mundo! Tudo bem?
Semana passada tivemos um feriadão por causa da semana santa e mal saímos dele, já vamos ter mais um né? E logo teremos mais um, no dia 1º de maio que vai cair numa segunda feira. Provavelmente passarei os dois feriados em casa e acho que muita gente, assim como eu também vai ficar. Pensando nisso decidi fazer uma lista com algumas séries para você assistir nesse feriado e quem sabe no próximo também.

Acabei decidindo escolher séries que tenham apenas 3 temporadas no máximo disponiveis na Netflix, por serem mais curtas às vezes dependendo do seu ritmo pra maratonar pode ser que consiga assistir mais de duas ou três no feriado. Vamos então ver quais séries eu escolhi?

1. Girlboss
A série vai ser lançada completa amanhã (21 de abril) e foi inspirada no livro de mesmo nome e escrito por Sophia Amoruso, fundadora da Nasty Gal. A série vai ser focada na vida de Sophia, interpretada pela Brit Robertson. Vai ser contado como ela começou o seu negócio vendendo roupas vintages no eBay, chegando aos 28 anos tendo construído um império de moda multimilionário conhecido no mundo inteiro.


2. 13 Reasons Why

13 Reasons Why, ou Os 13 Porquês é uma série também baseada em um livro de mesmo nome do escritor Jay Asher. A série conta a história de Hanna Baker, que antes de cometer suicidio envia uma caixa com 7 fitas endereçadas as pessoas que de alguma forma tiveram participação nos motivos que a levaram a se suicidar. A série é incrível, algumas partes são realmente pesadas. Assisti em dois dias, porque eu precisava sempre fazer algumas pausas entre os eps por me sentir realmente abalada pelos temas abordados.


3. Punho de Ferro

Punho de Ferro é mais uma série da parceria Netflix e Marvel e creio que a última a ser lançada antes de juntarem todos e lançar Os Defensores. Ainda não assisti, mas quero muito. Eu adoro séries de super herói, apesar de os meus preferidos serem os da DC. Punho de Ferro conta a história de Daniel Rand, que após anos desaparecidos volta para Nova York pra retomar o comando da empresa da família e lutar contra a corrupção e o crime com as técnicas de kung fu e o poder de convocar as habilidades do Punho de Ferro.



4. The Fosters

Essa série é uma que se tornou meu amorzinho só com alguns eps. Ela conta a história de uma família um pouco diferente do comum, formada por um casal de mães lésbicas e três filhos, sendo dois adotivos, as coisas complicam um pouco na rotina dessa família com a chegada de Callie, que é adotada temporariamente até que encontrem um lar fixo para ela. Os assuntos abordados em The Fosters é bem variado, em alguns momentos você vai se emocionar e chorar, outros você vai ter raiva de alguns personagens, mas logo depois vai amar esses mesmos personagens.


5. Supergirl

Vou confessar, Supergirl eu comecei e parei umas cinco ou seis vezes, outras vezes assisti eps aleatórios, principalmente os crossovers com Flash e também o mega crossover entre ela, Flash, Arrow e Legends of Tomorrow, mas nunca tinha parado pra realmente assistir tudo de uma vez certinho, até que no último feriado decidi fazer uma maratona e acabei ficando super viciada. Supergirl conta a história de Kara Zor-El que é mandada para a Terra junto com o primo Kal-El com a missão de proteger ele. O problema é que a nave em que Kara está é atingida por uma onda de choque e por causa disso é lançada para a zona fantasma. Após algum tempo adormecida, a nave dela sai da zona fantasma e consegue chegar a Terra, onde ela será adotada e se tornará Kara Danvers, a partir dai começamos a acompanhar a vida de Kara como uma garota normal, até que por um problema ela acaba se revelando ao mundo e vamos ver como ela vai lidar com a vida dupla de uma assistente comum e a vida de super heroína de National City.



Essas são minhas indicações para assistir nos próximos feriados. as duas últimas já sendo séries mais antigas porém ótimas e as três primeiras são as estreias mais recentes da Netflix. Vocês já assistiriam alguma? O que acharam? Vamos conversar sobre séries.

Inspiragram: Beatriz Parizotto


Se tem uma coisa que eu sou viciada é em ficar olhando as fotos das pessoas que eu sigo lá no instagram. Algumas contas eu sou viciada de verdade e entro pelo menos uma vez por dia nelas pra ver se tem alguma foto nova (principalmente hoje em dia que praticamente nada aparece no nosso feed). Por causa desse meu vício eu pensei que talvez fosse legal compartilhar por aqui os meus perfis preferidos por lá. Foi muito difícil escolher a primeira, acabei decidindo pela que apareceu primeiro no meu feed.

E pra começar trago pra vocês a Beatriz Parizotto. Alguns podem conhecer ela por causa da novela Carrossel do SBT ou mesmo pelo instagram. Ela tem 16 anos e pelo que pude perceber tem investido na carreira de modelo, particularmente acho que inclusive ela se sai muito bem nisso. Acho a Beatriz muito bonita e sinceramente eu achava até que ela fosse mais velha. Gosto muito do estilo dela, fico apaixonada por praticamente todos os looks da garota.

No instagram ela posta bastante selfies e mesmo quando não são selfies eu gosto muito das fotos, sejam elas de lugares, comida, paisagem e principalmente as do cachorro dela. Pelo que notei ela não posta muitas fotos que mostrem muito da sua vida pessoal, tipo com amigos e família. Gosto muito das edições que ela usa nas fotos, na minha opinião nunca é exagerado e acabam só deixando a foto ainda mais bonita. Separei algumas fotos que eu gosto pra compartilhar com vocês, para ver mais é só seguir ela no @trizparizc



Esse é o primeiro post desse tipo, pretendo fazer vários outros então comentem aqui e me indiquem mais pessoas pra seguir, inclusive o de vocês que eu vou adorar seguir. Pra quem quiser me seguir por lá, é só ir no @lovecamie.

Até a próxima! 
xx 






5 Filmes com a Selena Gomez


Oi todo mundo! Tudo bem?
Eu amo assistir filmes, apesar de às vezes acabar deixando um pouco de lado pra maratonar as quinhentas mil séries que assisto e que na maioria das vezes estou atrasada, mas desde que eu era criança eu tinha uma mania se tratando de filmes. Quem me conhece sabe que quando eu gosto de alguma coisa eu acabo sendo um tanto obsessiva e começo a pesquisar tudo sobre aquilo, não é muito diferente quando gosto de um filme e principalmente, quando gosto de alguma atriz ou ator do filme. Assim que o filme acaba eu pesquiso pra descobrir todos os outros filmes feitos pela pessoa e não sossego até assistir todos.
Quando eu era criança eu ia na locadora que tinha perto de casa, o dono era amigo da minha tia e já me conhecia, então quando eu pegava algum filme ele já sabia que provavelmente teria que separar todos da atriz pra que eu pegasse nas próximas vezes. Nessa época os que eu mais me lembro foram os da Hilary Duff, Lindsay Lohan e Mandy Moore. Até hoje filmes dessas três estão na minha listinha de filmes favoritos da vida e não tenho nenhuma vergonha de assumir isso. Mas porque eu to falando tudo isso? É que pensando nisso eu decidi trazer de vez em quando um tipo de top 5 de filmes de alguma atriz/ator especifico, não necessariamente sendo meus filmes preferidos, mas são filmes que assisti e que quero falar sobre. Então pensei: porque não começar com essa moça que está em alta, poderosíssima e que é minha rainha vulgo Selena Gomez?


1. The Fundamentals of Caring


Em The Fundamentals of Caring, que em português ficou com um nomezinho tão ridículo que me recuso a usar Amizades Improváveis  eu assisti logo que vi no catalogo da Netflix, exatamente por ser com a Selena, mas além dela eu ainda tinha o fator Paul Rudd (meu eterno Josh de As Patricinhas de Beverly Hills). Esse filme conta a história de Ben, que se torna cuidador de Trevor, um garoto que tem uma deficiência chamada Distrofia Muscular de Duchenne, que causa a atrofiação dos músculos e por isso o impossibilita de andar e várias outras coisas.  A rotina dele é sempre igual, cansado da vida entediante que Trevor leva, Ben dá a ideia dele fazer uma road trip e é nessa viagem que eles conhecem Dot (personagem de Selena Gomez), uma garota bem durona e que vai ter até bastante importância. O filme aborda bastante sobre paternidade, já que cada personagem tem algum problema especifico relacionados a pais e filhos. É um filme muito bonzinho de assistir, é um drama mais bem humorado e até mesmo leve.

2. Spring Breakers


Primeiramente quero dizer que esse filme não é realmente um segundo lugar no meu top 5, na verdade acho que ele é de todos os filmes o pior. Sinceramente, não tem nem mesmo uma história boa pra acompanhar, mas esse filme além da Selena, tem a minha outra rainha, que é praticamente minha maior inspiração a Ashley Benson, além disso ainda conta com Vanessa Hudgens que é outra maravilhosa né? E além delas tem o James Franco que eu particularmente gosto da maioria dos filmes dele. Incrivelmente eu conheço muita gente que gostou de Spring Breakers, o que não é muito o meu caso. Ele é o tipo de filme que se tiver passando na tv e não tiver nada de interessante em nenhum outro canal, eu posso até parar pra ver, mas só. O filme é sobre quatro amigas que querem viajar pra Flórida e curtir aquela semana do Spring Breaker, só que elas não conseguem juntar o dinheiro necessário e por conta disso decidem roubar uma lanchonete e conseguem viajar. Mas depois de ver muito delas usando drogas, curtindo as festas, enchendo a cara e passando quase que 100% do filme o tempo todo de biquini, elas são presas por uso de droga, mas são soltas porque o Alien, personagem do James Franco paga a fiança delas. A Selena volta pra casa antes, pouco depois de serem soltas por não confiar e não gostar do jeito do Al. Em um resumo o filme mostra as meninas cometendo crimes junto com o Al que é um traficante.


3. Behaving Badly (Tudo para ficar com ela)

Vou ser muito sincera, mas Behaving Badly ou Tudo para ficar com ela (nome do filme aqui no Brasil) é uma daquelas comédias em um estilo quase como American Pie, mas acredite, eu não curto mais esses filmes e acho eles melhores que Behaving Badly. Esse é o tipo de filme que você assiste só pra passar o tempo mesmo ou se como eu, gosta de assistir todos os filmes de algum ator especifico. No filme é contada a história de Rick, garoto apaixonado por Nina (personagem interpretada por Selena Gomez), como em todos os clichês adolescentes ela tem um namorado estúpido que não dá a minima pra ela. Rick quer perder a virgindade com ela, mas pra isso precisa sair com ela e um outro garoto da escola que é filho de mafiosos (?????) aposta com ele que não vai conseguir. Tentando conseguir o dinheiro pra pagar a aposta e ao mesmo tempo tentando conquistar Nina. Rick e o melhor amigo dele vão passar por várias confusões mais bizarras que a outra.

4. Monte Carlo


Vou confessar pra vocês que Monte Carlo é um dos meus filmes preferidos da Selena. A história é clichê, mas é um filme tão bonzinho de assistir, tão leve... Sou muito apaixonadinha por ele. No filme acompanhamos a história de Grace, que tinha o sonho de viajar para Paris após a formatura e pra isso ela juntou dinheiro por bastante tempo com a amiga Emma. O problema é que os pais dela decidem que a meia irmã tem que ir com ela, só que ela não se dá muito bem com a Meg, mas ainda assim elas viajam e tudo dá errado, a viagem que era pra ser um sonho se torna um pesadelo até que após perder o ônibus de turismo pra voltar ao hotel e começar uma forte chuva, elas entram em um hotel de luxo pra usar o banheiro e lá as coisas mudam quando confundem Grace com uma inglesa super rica e famosa chamada Cordelia, Meg e Emma decidem que Grace vai se passar por Cordelia. A partir dai muitas coisas acontecem, tem comédia e romance e claro que muitos clichês, mas quem não gosta de um clichê de vez em quando? É um ótimo filme pra se assistir naqueles momentos de descanso, quando nossa cabeça pede por um filme mais leve.

5. Outro conto da Nova Cinderela


Eu tenho um vício quando se trata de filmes e esse vício é com filmes de dança. Sério, eu assisto todos e amo. Agora imaginem uma pessoa que ama a Cinderela, ama Selena Gomez, ama música e ama filmes de dança assistindo Outro conto da nova Cinderela. É claro que eu tenho uma certa paixão por esse filme né? Bom, nesse filme Selena interpreta Mary, que vive com a sua madrasta e as filhas dela, assim como na Cinderela, ela é basicamente a empregada da família. Ela ama dança e sonha em ir pra faculdade, então temos Joey que entra no lugar do príncipe encantado, que é um cantor super cobiçado e que também ama dançar. Ele volta pra cidade procurando uma nova estrela pra um clipe. Assim como no clássico da Disney, as filhas da madrasta e a madrasta vão fazer de tudo pra impedir que ela realize seu sonho e além delas, Mary ainda precisará aguentar a ex namorada de Joey. Ao invés de um sapatinho de cristal, um Mp3. Esse filme é um amorzinho de verdade e as danças e músicas do filme fazem você querer se mexer junto.

Esses são alguns filmes da Selena que eu assisti e resolvi indicar, tanto filmes bons, quanto filmes ruins. E vocês já assistiram algum desses? Qual vocês mais gostaram? Me contem aqui nos comentários e aceito indicações de mais filmes seja com a Selena ou com qualquer outra atriz.

Até a próxima! 
xx

Inspiração: as lindas ilustrações da Nath Araújo


Oi todo mundo! Tudo bem?
Pouco tempo atrás eu fiz um post falando sobre as ilustrações da Sara Herranz e como esse é um assunto que eu gosto bastante. Confesso, não entendo praticamente nada sobre ilustrações e suas vertentes, mas eu gosto bastante de admirar o trabalho dos artistas, gosto de ter espalhadas pelo meu mural ou em quadrinhos no meu quarto. Foi pensando nisso que decidi continuar trazendo de vez em quando os trabalhos de alguns artistas que eu acompanho e gosto.

Hoje eu quero falar um pouquinho sobre as ilustrações super legais da Nath Araújo. A Nath mora em São Paulo e é formada em publicidade e também autora de uma web novela que ficou bastante conhecida lá pelo orkut e depois pelo tumblr, acabando por se tornar um livro, o PQOGSPN (Por que os garotos só pensam naquilo?!). Além disso, ela ainda tem um canal no youtube e faz ilustrações incríveis. Encontrei ela por acaso no instagram e não me lembro exatamente como, mas foi nessas de ficar olhando ilustrações de vários artistas até que me deparei com os dela e me apaixonei.


As ilustrações da Nath são bem coloridinhas, mas em grande maioria o tom mais usado é o rosa. Eu amo as ilustrações da série que ela criou o #QuemévocênoInstagram. Foi inclusive através dessa série que eu comecei a seguir a Nath. A primeira ilustração que eu vi, foi uma das primeiras que ela postou dessa série, a Tumblr Girl. Não me lembro exatamente como eu cheguei nessa ilustração, mas como eu disse anteriormente, me apaixonei. Nessa série de ilustrações ela faz uma brincadeira analisando os vários tipos de personalidades que encontramos nas usuárias do instagram.


Além dessa série, ela também criou uma sobre signos seguindo o mesmo estilo das de personalidades do instagram. As ilustrações dela são muito legais, coloridas e com muito girl power. E além das ilustrações vocês ainda acompanham a ilustradora que é uma lindeza a parte. Então para saber mais sobre os desenhos, saber como encomendar um exclusivo pra você ou simplesmente acompanhar um pouquinho mais sobre a Nath deixo pra vocês as redes sociais dessa linda.


Até a próxima!
xx

A Bela e a Fera


Oi todo mundo! Tudo bem?
Hoje eu finalmente assisti A Bela e a Fera, filme que eu estava absurdamente ansiosa pra assistir, mas não tive oportunidade pra ir antes. Eu sou uma grande fã de filmes e desenhos da Disney, em especial dos desenhos de princesas mais antigos, um dos meus preferidos inclusive sempre foi A Bela e a Fera, então obviamente fiquei super animada quando soube do live action que seria produzido. Fiquei ainda mais empolgada ao saber que a Emma Watson seria a Bela, já que sempre que eu pensava na Bela como uma pessoa real, eu imaginava exatamente a Emma como ela.

A verdade é que as minhas expectativas para o filme estavam nas alturas, cheguei ao cinema com um medo absurdo de me frustrar. Diferente de algumas pessoas que eu já vi comentando sobre, eu queria realmente que o filme fosse o mais parecido possível com o desenho. Confesso que me surpreendi ao perceber que o filme ficou até melhor do que eu esperava. Sério, eu estou completamente apaixonada pela A Bela e a Fera. Tentarei falar um pouco sobre o filme sem dar spoilers, peço perdão caso deixe escapar algo, então vamos lá?



Primeiramente quero dizer que assisti ao filme dublado porque era o que tinha pra sessão que eu poderia ver, isso foi uma desvantagem porque particularmente prefiro sempre assistir legendado. Também foi em 3D, o que eu gostei bastante porque gosto de ver filmes em 3D e até mesmo ver se o efeito me agrada. Muitos filmes que assisti sentia o 3D deixando a desejar, coisa que não aconteceu com A Bela e a Fera, que eu realmente percebia nitidamente os efeitos e pessoalmente acho até que dão uma emoção a mais ao filme, mas isso é uma opinião minha mesmo. Deixando claro que não entendo nada de cinema, muito menos de termos técnicos e algo assim, minhas criticas serão sempre apenas como uma mera fã de filmes.

Gostei muito das cenas, das cores, achei tudo tão lindo e tão bem feito. A Bela, assim como no desenho é uma garota que ama ler e bastante inteligente, mas não sei, achei que no filme isso foi colocado até de uma forma melhor do que no desenho original. Ela é como eu, como você ou como qualquer garota que se sente uma estranha no lugar onde vive. Todos na pequena aldeia a acham estranha e julgam suas atitudes. Quando disseram que ela seria uma inventora, pensei até que isso seria mais abordado no filme, mas existe só alguns pequenos detalhes que deixam claro que ela tem jeito pra isso e só em uma outra cena em que ela cria algo pra facilitar a vida dela e ter mais tempo pra ler é que o fato dela ser uma inventora é abordado.

Já sobre a Fera, temos contato com o que aconteceu antes da maldição e o porque da feiticeira ter colocado essa maldição no príncipe, é a primeira cena do filme na verdade. No decorrer do longa também vamos conhecendo um pouco da história dele, assim como também ficamos sabendo um pouco sobre a mãe da Bela. Posso estar enganada ou ter sido apenas uma opinião só minha, mas senti que no live action a relação entre Bela e a Fera foi crescendo aos poucos, foi nítido o crescimento do sentimento entre os dois. Achei isso também melhor colocado no filme do que no desenho.


Assim como no desenho eu fiquei apaixonada pelos objetos com vida, o Lumière e o Zip serão sempre meus preferidos, mas todos ficaram incríveis.  Gostei muito das músicas, mesmo as novas eu gostei. Muita gente reclamou, principalmente o pessoal mais velho que em grande parte foi acompanhando os filhos, inclusive achei um pouco de exagero. Do jeito que estavam falando eu pensei que o filme seria música do começo ao fim, acho sim que principalmente no começo tinham muitas músicas, mas A Bela e a Fera sempre foi um filme com muita música então acabo nem levando muito em consideração esse tipo de comentário.



Tive três cenas realmente preferidas, a cena da biblioteca por ser uma cena que eu me identifico muito. Provavelmente eu teria a mesma reação que a Bela ao entrar em uma biblioteca particular como aquela e também pelo dialogo entre a Bela e a Fera, é uma cena em que você nota muito bem como as expressões da Fera estão se tornando cada vez mais leves no decorrer da convivência com a Bela. A segunda cena é a do baile, que eu gosto desde o inicio quando mostra toda a mágica envolvendo o vestido amarelo, os detalhes do vestido no filme são um caso a parte, porque toda a mágica envolvida é encantadora e o vestido achei lindo demais, a hora da dança, a música... Tudo nessa cena é incrível, emocionante e tão igual ao desenho que me deixaram ainda mais apaixonada. E a minha terceira cena preferida é a da maldição sendo quebrada, achei tão linda.

Um último destaque quero deixar para o Lefou, personagem que causou polêmica por ser o primeiro personagem assumidamente gay em um filme da Disney. Gente, que maravilhoso. O Lefou é uma das melhores coisas no filme, as cenas mais engraçadas, muitas tiradas boas. Sem contar que ele não é aquele tipo de personagem que é o fiel escudeiro do vilão e aceita tudo que ele faz. É muito nitido em várias cenas o quanto o Lefou tenta influenciar o Gaston de uma forma boa, fazer ele pensar. Obviamente não dando muito certo, mas você nota a dúvida do Lefou em apoiar ou não o Gaston, por conta disso também existe uma reviravolta com o personagem durante o filme. Lefou é sem duvida um dos melhores personagens do filme.

 Minha conclusão sobre A Bela e a Fera é de que o filme ficou tão maravilhoso quanto o desenho, as cenas a mais, detalhes a mais e cada coisa nova colocada no filme fez com que a história ficasse ainda melhor. Sai do cinema encantada e ainda mais apaixonada por essa história que eu tanto amo. Quem não assistiu, corre pra o cinema mais próximo e vai assistir que tá maravilhoso de tão lindo! Você já assistiu? O que achou? Deixa nos comentários e vamos conversar sobre o filme aqui, no twitter ou quem sabe no facebook?

Até a próxima!
xx

Cinco razões do porque quero conhecer a Inglaterra.


Oi todo mundo. Tudo bem?
Eu estava pensando sobre o que escrever e me deparei com essa foto do inicio do post. Nela vocês tem a visão de dentro de um avião do centro de Londres e foi então que me veio a ideia para o post de hoje. Bem que dizem que às vezes a gente encontra inspiração onde menos se espera.

Quem me conhece sabe que eu sou completamente apaixonada pelo Reino Unido, em especial pela Inglaterra. Meu primeiro contato com algo relacionado ao país foi ao assistir o filme das Spice Girls, que inclusive foi a primeira banda de lá que eu gostei, mas foi quando virei fã do McFly que esse amor ficou ainda maior. Já que a banda é britânica e eu sempre corria atrás de fotos, informações e tudo mais que eu pudesse saber, então acabava também pesquisando mais sobre o país e até hoje gosto muito de pesquisar sobre a Inglaterra. Na verdade, eu gosto de pesquisar sobre vários países, sobre a vida local, sobre os pontos turísticos, fatos históricos e tudo mais que eu puder saber sobre o local. Pensando nisso eu decidi fazer um post com as cincos coisas que fizeram com que eu me apaixonasse pela Inglaterra.


1. McFly e a música no geral. 

Acho que a música britânica chega a ser quase uma unanimidade né? Alguns nomes que podemos citar são: The Beatles, The Who, Led Zeppelin, Pink Floyd, Rolling Stones, Iron Maidden, Elton John, Adele, Amy Winehouse, Ellie Goulding, Muse, Oasis, Radiohead, Coldplay, as boybands One Direction e The Wanted, as girlbands Little Mix e The Saturdays. Sem contar é claro com Spice Girls e McFly que já foram citados anteriormente no post. Eu sempre gostei muito de conhecer bandas novas e na maioria das vezes em que procuro algo novo acabo me deparando com algum artista da Inglaterra e raras são as vezes que não gosto. 



2. Família real britânica 

Eu não sei bem de onde vem o meu interesse por esse assunto, talvez como eu sempre adorei as histórias de reis, rainhas, príncipes e princesas que eu lia ou assistia quando era criança tenham feito esse interesse nascer em mim e com o tempo passei a gostar de ver reis, rainhas, príncipes e princesas da vida real, adoro fazer pesquisas sobre as famílias, independente de qual país elas representem. O fato é que a família real britânica tem o meu amor maior, tenho muita vontade de ir a Londres e conhecer os palácios, jardins, conhecer a história de perto. 



3. London Eye e os pontos turísticos 

Uma coisa que eu acho muito linda em Londres é a London Eye, toda aquela vista incrível que você tem enquanto está nela. Imagina a sensação mágica que deve ser pra alguém que seja completamente apaixonado pela cidade e tendo aquela vista? E não só a London Eye, mas todos os pontos turísticos, principalmente aqueles com mais história. Sei que muita gente quando viaja não gosta de visitar museus, mas eu visitaria cada um dos museus da cidade, cada ponto do mais simples ao com mais história.


4. A cidade de Brighton

Eu não lembro bem como cheguei a ver essa cidade pela primeira vez, mas lembro de que eu já havia visto sobre ela em alguma dessas minhas buscas por coisas da Inglaterra e nem dei muita atenção pra cidade, mas foi ao ler o livro Fazendo meu filme 2 da Paula Pimenta, onde a Fani personagem principal vai fazer um intercâmbio lá que fez eu pesquisar mais e então me apaixonei perdidamente. Um tempo depois a Zoe Sugg, youtuber que eu gosto muito se mudou pra lá e a cada foto ou vlog eu me apaixonava um pouco mais.



5. O sotaque

Muita gente vai concordar comigo que o sotaque britânico é uma coisa maravilhosa. Eu gosto muito de ver vídeos de youtubers ou programas de lá exatamente por esse motivo, pra ficar ouvindo eles falarem com esse sotaque lindo. Agora imaginem se eu não seria louca pra ouvir esse sotaque de perto e praticamente o tempo inteiro?

Eu sonho com o dia que eu vou finalmente conhecer esse país que eu sou realmente apaixonada, mas enquanto isso não acontece eu continuo sonhando e pesquisando. Mas e vocês, tem algum país que são apaixonadas e sonham em conhecer ou mesmo se já tiverem conhecido?


Até a próxima!
xx


Os preferidos da semana


Eu gostava muito de fazer posts com os links para as postagens que mais gostei de ler durante a semana e hoje me deu vontade de fazer mais um assim. Escolhi cinco posts que gostei bastante, 5 músicas que ouvi bastante essa semana, mas que foram lançadas seja como música ou como clipe entre 29 de março e 7 de abril. Eu ia incluir Only You, que a Selena gravou para a trilha sonora de 13 Reasons Why, mas como já fiz um post basicamente sobre essa música, decidi não incluir. Escolhi também dois vídeos que assisti essa semana e gostei bastante.

1. Ele (só) não está afim de você - My Other Bag Is Chanel
2. Por que não esperar muito de personagens gordos em novelas - Aquela Mari
4. A gordofobia em nós - Do comentário aparentemente inofensivo até as telas do cinema - Nó de Oito
5. Não nasci para ser "blogueira" - Madly Luv









Leram ou escreveram alguma coisa legal essa semana? Ou algum vídeo? Me manda aqui nos comentários que eu vou adorar ler ou assistir.


Até a próxima! 
xx

Freebies: Wallpapers


Oi todo mundo. Tudo bem?
Bom, como vocês sabem eu decidi recomeçar o blog e por isso acabei excluindo todos os posts antigos porque a maioria não combinava comigo, pra ser sincera nunca combinaram muito e por mais que eu gostasse do meu cantinho, ele não estava realmente a minha cara, o que fazia com que eu não me sentisse realmente apaixonada pelo meu blog. E sinceramente acho que pra outra pessoa gostar do que eu faço, eu tenho que amar primeiro né?

Dito isso, resolvi dar uma olhada nos posts e vê o que era bom, o que eu gostava e o que eu podia melhorar pra trazer de volta pra cá e esse é um dos posts que decidi trazer, é bem recente inclusive. Havia sido o ultimo post que eu tinha lançado aqui. São dois wallpapers bem simples que eu criei, na verdade mais pra meu uso pessoal do que pra divulgar, mas acabei achando que seria legal compartilhar com vocês. Hospedei os dois no dropbox e não é necessário ter conta pra fazer o download. Espero que gostem e se quiserem receber mais freebies todo mês, assinem a newsletter que se encontra no final do post, uma vez por mês enviarei por e-mail algum freebie legal pra vocês.





Em breve trarei mais alguns freebies por aqui, comentem dizendo se gostaram e até mesmo caso queiram que eu traga algo especifico. 





Até a próxima! 
xx

Inspiração: Decoração com painel de grid



Oi todo mundo! Tudo bem?
Desde que eu me mudei em junho do ano passado eu venho decorando o meu quarto, as ideias na minha cabeça estão desde o começo, mas conseguir colocar todas em prática demorou mais do que eu esperei, até mesmo pelo fato de que eu não estava com dinheiro pra fazer e também porque as ideias eram muitas pra um espaço tão reduzido. Sério, meu quarto é bem pequeno. Mas até que consegui arrumar e tá quase como eu quero, qualquer dia eu mostro ele aqui. Muitas das minhas inspirações foram tiradas do pinterest, acho que a maioria das pessoas tira ideias de lá né?

Bom, uma das coisas que eu sempre tive a certeza de que queria no meu quarto eram esses painéis de grid (que podem ser encontrados como iron mesh moodboard ou wire mesh board), o problema é que sempre que eu encontrava eles custavam mais caro do que eu estava disposta a pagar. Até que um dia minha mãe estava comprando algumas coisas no centro de Recife e encontrou uma mulher em uma dessas ruas de lá vendendo na calçada vários painéis desse por R$20,00 cada um. Eles tinham algumas falhas na pintura, tipo como se a tinta tivesse descascado e aparecesse o metal em si, mas isso a gente resolve com uma latinha de tinta spray. Sinceramente, minha mãe trouxe um que eu nem notei muito as falhas.

Agora que eu finalmente tenho o meu e já vou colocar na parede voltei a dar uma pesquisada em inspirações de como organizar algumas ilustrações e fotos que quero colocar nele. Pensando nisso escolhi algumas dessas inspirações pra compartilhar com vocês.



Trouxe inclusive duas inspirações para a cozinha, porque eu acho esse tipo de painel super legal pra usar em qualquer lugar da casa. Ele é super prático, facilita muito a organização e ainda dar um ar mais divertido a decoração. Por ultimo deixo pra vocês o meu preferido e que sonho em ter um nesse estilo, sem contar toda a decoração da mesa em si que é em grid e ainda por cima nesse tom de rose gold que eu acho lindo.


Até a próxima! 
xx

Namorado de Aluguel - Kasie West


Autora: Kasie West
Editora: Verus
Páginas: 250
Classificação: ❤ ❤ ❤ ❤ ❤
Sinopse: Quando Bradley, o namorado de Gia Montgomery, termina com ela no estacionamento do baile de formatura, ela precisa pensar rápido. Afinal, ela vem falando dele para suas amigas há meses. Esta era para ser a noite em que ela provaria que ele não é uma invenção de sua cabeça. Então, quando vê um garoto esperando pela irmã no estacionamento do baile, Gia o recruta para ajudá-la. A tarefa é simples: passar por namorado dela — apenas duas horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas. Depois disso, ela pode tentar reconquistar o verdadeiro Bradley. O problema é que, alguns dias depois do baile, não é em Bradley que Gia está pensando, mas no substituto. Aquele cujo nome ela nem sabe. Mas localizá-lo não significa que o relacionamento de mentira deles acabou. Gia deve um favor a esse cara, e a irmã dele tem a solução perfeita: a festa de formatura da ex-namorada dele — apenas três horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas. E, justamente quando Gia começa a se perguntar se pode transformar seu namorado falso em real, Bradley reaparece, expondo sua farsa e ameaçando destruir suas amizades e seu novo relacionamento. Inteligente e maravilhosamente romântico, Namorado de aluguel retrata a jornada inesperada de uma garota para encontrar o amor — e possivelmente até a si mesma.


Ele ainda me olhava como se eu fosse maluca. Eu me sentia maluca. — Você quer que eu finja que sou o Capitão América? — E apontou para a rua. 

— Tenho certeza que existem serviços desse tipo. Quem sabe se você ligar para o disque-michê ou alguma coisa assim? Revirei os olhos, mas não consegui evitar um sorriso. — Você sabe o número de cor?  

Namorado de Aluguel foi um livro que me ganhou pela capa. Quando eu vi achei tão lindinha e confesso que por ela e pela sinopse eu imaginava que seria um livro bem bobinho sabe? A história é realmente linda e super fofa, mas de boba não tem muita coisa. Ao final do livro você muito provavelmente vai ficar tão impressionada com o livro quanto eu fiquei, vai pensar e se por acaso você passar por uma situação parecida, vai te ajudar a pensar sobre o assunto. Acreditem, não é algo impossível de se acontecer, ainda mais nos dias de hoje onde todo mundo quer ser melhor que o outro. Eu até tinha uma amiga como a Julie um tempo atrás, mas vamos falar sobre o que eu achei do livro que é o que interessa aqui né? O livro conta a história de Gia, uma garota que está no último ano da escola e que no dia do baile iria apresentar seu namorado universitário para as amigas. O problema é que Julie, uma das amigas dela faz de tudo para que ninguém acredite nela. Óbvio que quando Bradley termina com Gia minutos antes de entrar no baile, ela surta e tenta achar uma solução para provar as amigas que ela estava falando a verdade, mesmo que para isso ela precise mentir e correr o risco de que Julie prove a todos que ela é uma mentirosa. Em meio ao seu desespero, ela vai conhecer um garoto que poderá ajuda-lá e é a partir dai que toda a história começa a acontecer. Gia que só queria ajuda do garoto para provar que não estava mentindo, vai acabar se envolvendo mais do que gostaria com ele e aos poucos vamos vendo uma relação muito fofa nascer entre ela e Hayden. A relação não é apenas entre eles, aos poucos vemos também uma amizade crescer entre Gia e Bec, a irmã de Hayden.
Meu pai cruzou as mãos em cima da mesa.
— Levanta a cabeça. Tem outros peixes no mar. O oceano é imenso. Às vezes a gente precisa pescar e devolver alguns antes de achar aquele que vale a pena manter. Continue nadando. Só isso.
— Acho que essa última metáfora não se aplica aqui.
— Era uma sequência aquática; só acrescentei mais uma.
Eu não conhecia Kasie West e adorei sua maneira de escrever. É uma escrita leve e bem fácil, tanto é que em pouquíssimas horas finalizei o livro porque me prendi tanto a história que não percebi nem mesmo o tempo passar. A construção dos personagens é muito boa, principalmente Gia, que podemos ver no decorrer do livro ela amadurecendo junto com toda a história. Os problemas do livro são problemas reais, como eu disse anteriormente são coisas que podem acontecer com qualquer pessoa normal. Sejam os problemas entre as amigas, problemas no relacionamento, problemas com a família e problemas com ela mesma. É um livro juvenil, mas é um livro juvenil como a muito tempo eu não lia. Foi um livro que me fez pensar, me identifiquei e durante a leitura fui percebendo que durante muito tempo da minha vida tive uma amiga assim, mas por sorte a amizade acabou antes, mas isso não vem ao caso não é mesmo? Eu super indico a leitura de Namorado de Aluguel, dê uma chance pra ele que tenho certeza que você vai gostar. Só tenho uma pequena reclamação quanto ao final do livro, não sei, mas me deu a impressão de que haveria uma continuação e pra ser sincera, como eu queria uma continuação pra saber mais sobre o que acontecerá com cada personagem. Mas fora isso, eu realmente não tenho reclamações sobre o livro.
— Sou a pessoa mais superficial da face da Terra. Não tenho nenhuma profundidade. E não sei como mudar isso. Minha vida é normal. Meus pais estão juntos. Eles não me batem, nada disso. A morte nunca tocou minha vida. Sou boa aluna. Não somos pobres, mas também não somos ricos. Nunca tive uma doença grave ou ferimento sério. Nunca vivi uma tragédia, por isso não tenho sabedoria ou grandes conclusões para oferecer.
— Raramente encontramos profundidade quando a procuramos dentro de nós mesmos. A profundidade é encontrada no que podemos aprender com as pessoas e as coisas que nos cercam. Todo mundo, todas as coisas, têm uma história, Gia. Quando você conhece essas histórias, descobre experiências que a preenchem, expandem sua compreensão. Você acrescenta camadas à sua alma.
Compre aqui:

Inspiração: as ilustrações de Sara Herranz


Oi todo mundo! Tudo bem? Sabe uma coisa que eu amo? É ficar pinando tudo no pinterest. Sério, eu perco algumas horinhas por lá, seja pinando coisas que aparecem no meu feed inicial ou mesmo pesquisando e às vezes até pesquiso coisas bem aleatórias, inclusive fica a vontade se quiser me seguir (@bloglovecamie). Foi em uma dessas minhas andanças pelo pinterest que encontrei as ilustrações da Sara Herranz e foi amor a primeira vista. 

A Sara é uma ilustradora nascida no Tenerife e formada em comunicação audiovisual, Foi após se formar que ela passou por uma crise de identidade, causada pela frustração de não conseguir um emprego e por não saber como gerir sua vida, juntando a isso uma desilusão amorosa ela decidiu dedicar mais tempo a uma de suas paixões: o desenho. Ela transformou seus sentimentos em ilustrações com traços precisos, sempre usando as cores preto e branco, algumas poucas vezes usando um toque de cinza e deixando o ponto de cor apenas para o vermelho que destaca detalhes ou expressões. As ilustrações de Sara prezam pelo minimalismo e pela sinceridade. Não é difícil encontrar uma em que ela fale por você. 







Caso você tenha gostado e queira ver mais de suas ilustrações pode seguir no instagram, onde praticamente todos os posts são de ilustrações com algumas poucas excessões. Também pode seguir no twitter, onde assim como no instagram ela posta ilustrações em praticamente todos os tweets. Ainda tendo a opção de curtir a página dela no facebook e acompanhar o seu site. Para finalizar deixo mais algumas ilustrações que eu gosto muito.



Los amantes vienen y van. pero la pizza... joder, la pizza es para siempre
Mis superpoderes: emborracharme con tres cervezas y bailar mal muy bien.
He vomitado todo lo vivido y ahora estoy vacía. 

La tiranía del like

El amor es una p*** mierda hasta que te vuelves a enamorar. Y así en bucle.
Me contem, já conheciam a Sara? Acho que muita gente já conhecia né? E vocês, tem algum ilustrador que goste?

Até a próxima! 
xx

Playlist: Os 13 Porquês


Oi todo mundo! Tudo bem? Sexta feira a Netflix lançou a série 13 Reasons Why, baseada no livro de mesmo nome do autor Jay Asher. ~ insira aqui gritos, pulos e cantos de aleluia~

Comecei a assistir na sexta feira mesmo, mas não queria terminar logo por só ter uma temporada e 13 episódios, mas no sábado a noite eu já havia finalizado os 13 episódios. Confesso que antes de assistir eu estava um pouco preocupada porque achei que a série fosse ser focada só no suspense e quando eu li o livro, interpretei mais como um drama. A real é que sendo suspense ou drama, eu me acabei de chorar diversas vezes e a série me tocou tão intensamente quanto o livro, talvez até um pouco mais já que as cenas estavam ali, não eram apenas minha imaginação. Mas não estou aqui pra falar da série e muito menos do livro, por enquanto. Em breve farei uma resenha sobre o livro e também um review sobre a série.

O fato é que minha rainha linda, maravilhosa Selena Gomez lançou um cover da música Only You, que foi lançada em 1982 pelo duo britânico Yazoo e que agora ganhou uma versão maravilinda para a trilha sonora da série que é incrivel e já está disponível lá no spotify. Então decidi inspirada nesse cover lindo criar a minha playlist e é o que eu trago pra vocês agora. Escolhi 12 músicas, algumas fazem parte da trilha sonora oficial, outras não.

Espero que gostem! Vocês colocariam mais alguma música? Qual seria a trilha sonora de vocês pra esse livro/série?




Até a próxima!
xx

Rosie Bea, a minha youtuber preferida.


Oi todo mundo! Tudo bem? Sabe aqueles dias que você não tem paciência pra nada? Eu não sei vocês, mas tem dias que eu acordo tão sem paciência que nem eu mesma me aguento, fico sem saco até pra assistir séries ou filmes por serem longos demais, então muitas vezes eu acabo recorrendo ao bom e velho youtube e acredito que assim como eu, vocês tenham ao menos um canal preferido. Aquele canal que você não perde um único vídeo, que já assistiu e reassistiu todos os vídeos disponiveis por lá né?

Esse é o meu caso com a Rosie, faz super pouco tempo que eu a conheci e acreditem, não foi através do canal dela e sim através de uma fanfic, mais especificamente a fanfic Fangirl-ily. A autora usa a Rosie como faceclaim e depois de muita curiosidade rodei a internet atrás de descobrir quem era aquela ruiva maravilhosa e ai no tumblr da fanfic eu descobri e logo fui atrás dela.



Sério, a Rosie é maravilhosa! Ela é uma youtuber britânica, mais precisamente de Oxford na Inglaterra e tem 19 anos. O canal dela é focado em moda, beleza e lifestyle. Tem vários vídeos com tutoriais de maquiagem, vários de rotina e também de lookbook e vlogs. Ah, outra coisa que eu amei nela... Ela também canta e tem uns três vídeos cantando lá, inclusive o primeiro vídeo do canal dela é um vídeo dela fazendo cup song.

Pra vocês conhecerem um pouquinho dela separei alguns vídeos que eu gosto, incluindo o meu preferido dela cantando.









Agora que vocês já conheceram, vou deixar pra vocês as redes sociais da Rosie.
Me contem, já conheciam a Rosie? O que acharam dela?
Até a próxima!
xx
© Love, Camie. Design by Fearne.